A Roda


"Vivemos uma época importantíssima em nosso planeta e, embora estejamos permanentemente assaltados por notícias alarmantes, temos sido testemunhas de muitos fatos que alimentam nossa confiança na sobrevivência de nossa mãe Terra. Muita coisa tem acontecido pelo mundo a nos sinalizar a necessidade de estarmos conectados com o nosso Ser Interior, de cultivarmos a paz em nós mesmos e espalhá-la pelo mundo. O momento é de lucidez, e lucidez vem de luz. É preciso não perdê-la, estarmos conscientes de nós mesmos, trabalhando pelas reais necessidades de nossos irmãos. Na Roda de Luz, ao trabalharmos a união, a tolerância, o companheirismo, a alegria, estaremos contribuindo com o nosso quinhão para esta consciência de Paz. O amor que irradiamos quando, na roda, unimos nossas mãos e dançamos, gera uma energia importante para o todo. É assim que nos sentimos contribuindo...", contribuindo para um mundo melhor através das danças circulares!

Ana Zanelli (extraído do Boletim das Danças Circulares nº11/2002).